sexta-feira, 19 de maio de 2017

Sonoridades e pressas

E não é que, num artigo de hoje no JN, escrevi "arlequim e manjerona". "Arlequim" em lugar de "alecrim?" Foi erro, claro, não há desculpas! Estas sonoridades próximas levam-nos a estes lapsos embaraçantes, meia Commedia dell'Arte, meia arte de ervanária. Coitada da Colombina...

2 comentários:

Anónimo disse...

Lapsus calami...

Anónimo disse...

Ora ora, nas sonoridades tambem esta o ganho para os seguidores do seu blogg.

Imediatamente neste sabado calmo e algo nublado me ocorrreu que alem do pobre Arlequim, a Colombina tambem deve estar preocupada com a caca as rolas, pombas e outros parentes. A abertura da caca as ditas e para breve. Se nao me engano, em Portugal falou-se em controlar um pouco a caca as ditas aves. Resultou? Nesta ilha cada vez mais isolada "the glorious 12th" e famoso pela abertura a caca do "red grouse"- desconheco a traducao em portugues, talvez porque em materia de caca (aves) prefiro perdiz.

Este comentario ja vai triste e nem quero avancar pelas "Guerras do Alecrim e da Manjerona", Antonio Jose da Silva, inquisicao e outros maleficios. Com calma, vou ler o Guardian e rever um dos episodios da serie "policial" "Rosemary and Thyme" - Alecrim e Tomilho. O tomilho, optimo para cozinhar coelho bravo (la vem a caca novamente) e tambem usado para fazer chas para a tosse, bronquite....

Bom fim de semana

Saudades

F. Crabtree

P.S. Mais uma vez desculpas pela falta de acentos, cedilhas etc...em material de culinarian a cedilha faz-me falta!